Home Certificação PMP e Certificação CAPM As 5 dificuldades mais comuns para se conseguir a Certificação PMP

As 5 dificuldades mais comuns para se conseguir a Certificação PMP

22850
47

Neste vídeo Andriele Ribeiro fala das 5 dificuldades mais comuns que separam os candidatos à Certificação PMP do seu objetivo e fala sobre possíveis soluções.

Aproveite para nos contar também quais são as suas dificuldades nos comentários logo abaixo do vídeo, para que possamos te ajudar.

Se não quiser falar sobre suas dificuldades diga-nos pelo menos o que achou do vídeo. Sua opinião é muito importante para nós.

47 COMMENTS

    • O PMBOK não especifica ferramentas de gerenciamento, mas é interessante que vc conheça para atuar na área. Mas na prova, não é cobrado.

  1. Olá Andriele,
    Minha principal dúvida e para tirar a certificação eu preciso ter experiência comprovada ,ou só algumas horas de assunto especifico de Gerenciamento de projeto basta?

  2. Andriele,
    Felizmente eu não tenho problema para estudar, sou superconcentrada e um ponto que me ajudou muito foi ter feito faculdade a distância. A minha dúvida é que eu sou obrigada a fazer um curso preparatório para PMP para fazer a prova de certificação (sei que essa dúvida não entra aqui, mas eu não achei ninguém para me responder isso), por que se for obrigatório vou ser obrigada a desistir. Infelizmente não trabalho na minha área quero fazer o curso para isso, meu problema é a incompatibilidade de horário. Pode por favor me esclarecer.

    Carolina Vianna

    • Oi Carolina,
      A obrigatoriedade não é de fazer um curso preparatório para a prova. Mas a de se ter pelo menos 35 horas de educação formal em Gerenciamento de Projetos.
      Tenho um curso à distância que atende a este pré-requisito. Caso tenha interesse por favor entre em contato pelo e-mail andriele@brainss.com.br.

  3. Andriele,
    Eu li o PMBOK5,Maury Melo e Rita Muchalky. Versão 5 para a prova no pmbok versão 3.
    Achei os assuntos bem alinhados.
    Fiz simulados da PMTotal.
    Minha maior dificuldade e entender onde errei em meus estudos.
    Talvez tenha usado muitas fontes e nao observei detalhes importantes.
    A prova referente a conteúdo e o que realmente acontece no ambiente de trabalho, mas com cenários que te colocam em duvida.
    Onde encontrar material que alinhe vivência com conteúdo teórico?
    Fiz a prova nesse sábado 14/09 e recebi o resultado que nao obtive a pontuação necessária. Agora quero fazer um novo inicio e um novo plano de estudo.
    Maior dificuldade, muitas fontes de estudo,quais materiais deveríamos nos focar mais e quais são o simulados mais coerentes que deveríamos fazer ?

    Obrigado pelo vídeo.

    Att.
    Rodrigo Arantes

  4. Pessoal, muito prazer,

    Andriele, obrigado pela oportunidade de “falar” sobre o assunto. Parabéns.

    Objetivamente falando, as dificuldades e mais do que isso, as lacunas são:

    – Subjetividade nas perguntas do teste
    – Teste que não mede a inteligência emocional das pessoas
    – Teste que não mede a capacidade de decidir, a ética, o comprometimento com o projeto e resultados (e não em agradar as pessoas ou o chefe), coragem de lutar pelo projeto e arriscar seu próprio emprego (quebrar paradigmas)
    – Não mede a criatividade do gerente de projetos
    – Perguntas do tipo “decoreba” que não medem real conhecimento
    – Burocracia e necessidade de comprovação de horas de projeto (acho que as comprovações de horas em projetos já seria um ponto a ser levado em consideração ao invés de um resultado em um teste)
    – Não levar em conta as referências pessoais que poderíamos inserir e que sirvam para serem consideradas na hora da avaliação
    – E a principal……tempo para estudar……EU realmente assumo que não tenho disciplina para estudar sozinho.

    Desculpe, mas conheço PMPs sem a mínima condição de gerenciar projetos e conheço pessoas sem certificação com muita capacidade. Alguém poderia explicar isso para mim?
    É a velha questão do mestre de obras e do engenheiro. CLARO que não é uma regra, mas sabemos que isso acontece.

    Roberto Raimondo Junior

    Obs; Meu site estará no ar em breve. O conteúdo será sobre BSC, empreendedorismo e startups.

    • Olá Roberto,

      Primeiramente muito obrigado pelo seu comentário detalhado.

      Em relação às percepções sobre o teste, permita-me discordar de algumas:

      – Ética e comprometimento com resultados são pontos muito presentes no exame;
      – A decoreba é um item cada vez menos relevante na prova;
      – A simples comprovação de horas me parece ineficiente, já que as experiências dos diversos candidatos ao exame são muito diversas;

      Quanto à subjetividade, eu diria que ela diminui praticamente a zero quando se entende a real filosofia da prova.

      Obviamente há PMPs menos competentes que não PMPs. Mas isto não é regra, é exceção. E é algo que acontece com qualquer título, certificação ou formação.

      Há graduados menos competentes que graduados, mestres menos competentes que não mestres…

      Enfim, colocar toda a carga de medir competência somente na certificação seria algo realmente complicado. Mas certamente é algo que agrega muito valor ao currículo de qualquer profissional, além de gerar muito conhecimento. Estudar para a prova com seriedade é um processo muito enriquecedor.

      Quanto a questão do tempo para estudar e disciplina, talvez um acompanhamento de algum curso possa ajudá-lo.

      Obrigado mais uma vez pelo comentário e avise-nos quando seu site estiver no ar.

      Grande abraço!

  5. Andriele, Muito Bacana o seu vídeo.

    Em minha opinião, os detalhes explorados na prova, são muito minuciosos. Sabemos sim que temos que treinar nossa interpretação de texto e também nossa prática profissional, no entanto, muitos detalhes também acabam sim refletindo em dois tópicos citados em seu vídeo, como por exemplo materiais chatos, conteúdo extenso, etc.

    Abraço.

  6. Bom dia Anidriele, muito obrigada!
    Bem a minha maior dificuldade é a junção disciplina e tempo (rs). Acredito que se eu fizer um esforço maior no inicio para me enquadrar nessa nova atribuiçao irei dar conta! Estou finalizando meu MBA da FGV faltam três modulos para finalizar (Estrategia de Empresas, Fundamentos em Gerenc. de Projetos e Viabilidade em Projetos) mas gostaria muito de obter minha certificação esse ano, sei que não conseguirei agora, antes da mudança da prova, pois não me sinto preparada. Na mudança da prova acho que terei alguma dificuldade, pois no meu MBA não vi a 10ª área do PMBOK. Gostaria que me desse uma dica, se é melhor tentar a prova agora, mesmo não me sentindo confortável, ou tentar após a mudança, mesmo sem ter visto no curso a área de Gerenciamento de stakeholders.

    Obrigada pelas contribuiçoes sempre pertinentes!

    att.

    Ivânia

    • Oi Ivânia,

      Muito obrigado pelo comentário!
      Na minha opinião, se você não está confortável, é melhor fazer a prova na 5ª edição.

      Um abraço!

  7. Andriele, já tentei fazer a prova 4 vezes, em diversos momentos e não consegui passar. A última vez foi no ínicio de 2011 e como não passei fiquei muito frustrado e desisti de tudo. Bom este ano eu coloquei como meta indiferente da versão, pois gosto muito de gerenciamento de projetos, mas tenho uma dificuldade que sempre acho que estou bem, porém chega na prova a coisa não dá certo.

  8. Ouvi todo o seu vídeo e concordo com a maioria dos pontos classificados.

    Tenho 2 grandes problemas:

    Tem a ver com a rotina de estudos, disciplina eu tenho e muita. Tenho facilidade em estudar utilizando os recursos da internet, inclusive estou fazendo o seu curso on-line.
    Saí do meu emprego e decidi ficar por conta dos estudos por 3 meses. Porém as pessoas da minha casa as vezes pensam que eu não estou fazendo nada ou que eu posso parar os meus estudos uns alguns minutos para ir à padaria, ao supermercado, à farmácia, ou olhar o sobrinho um dia ou outro, etc. Cada um chega com uma demanda diferente. Isto me deixa completamente irritada, a ponto de eu não conseguir me concentrar durante horas.

    O outro problema é medo e insegurança. Isto paralisa o ser humano. Sempre penso que não estudei o suficiente. Farei a minha prova em breve, fiz 3 ciclos de estudos completos do seu curso e 1 ciclo completo do livro da Rita e do PMBOK e acho que ainda falta alguma coisa, tenho acertado em torno de 78% e 86% dos simulados da Rita.
    Acho que eu poderia estudar mais um mês, o dia inteiro e ainda assim iria pensar que não estudei o suficiente. É a primeira vez que vou tentar a prova e fiz somente o seu curso on-line. Espero que dê tudo certo.

    Parabéns pelo seu curso, você consegue ilustrar e explicar muito bem o conteúdo do PMBOK.
    Você possui uma clareza muito grande sobre o tema e uma didática impecável.
    E o seu compromisso de responder as questões em até 24 horas também é um diferencial do seu curso.

    • Oi Adriana,

      Muito obrigado pelo comentário detalhado.

      Em relação às interrupções, este é um problema vivido por todos aqueles que realizam alguma atividade profissional ou de estudos em casa. Acontece muito com que estuda para concursos públicos e pessoas que trabalham via home-office. Assim, a primeira coisa que gostaria de lhe dizer é: você não está sozinha com este problema 🙂

      A solução não tem muito mistério e sei que é difícil, mas você precisa orientar continuamente as pessoas ao seu redor para o fato de que você não está de férias, e que te interromper seria tão grave quanto interrompê-la no trabalho.

      Eu tenho um escritório na minha casa e sempre que alguém me passa uma demanda pessoal às 3 das tarde eu faço a pergunta: “Você me pediria isto se eu estivesse trabalhando em um escritório a 3 KM daqui e tivesse um chefe para quem eu tivesse que prestar contas?”

      Pode parecer indelicado, mas não tem outro jeito. Como contrapartida, sugiro também que delimite horários para NÃO estudar, momentos em que você estará 100% disponível para sua família. Afinal, eles precisam não só dos seus “favores”, mas também de atenção.

      Bom, pelo menos isto tem funcionado pra mim 🙂

      Com relação à insegurança, não se preocupe muito. Eu diria que 90% dos candidatos aprovados vão para a prova achando que poderiam ter estudado mais. O importante é ter um estudo consistente e pelo eu depoimento você está fazendo seu “para-casa”.

      Muito obrigado pelos elogios ao curso! É sinal que o trabalho árduo tem dado frutos.

      Grande abraço!

  9. tentei 2 vezes e não consegui. Minha dificuldade é o resultado final onde o retorno é passou ou não passou e nada mais. \Precisa ter um índice de acerto para entender o quanto distante estamos do resultado esperado.

    • Luiz,
      Realmente seria bom que houvesse este detalhamento.
      Mas como não há sugiro controlar seus erros e acertos por área de conhecimento ou grupo de processos durante os simulados.
      Abraço!

  10. Olá, boa tarde!

    Eu já tentei a prova por 2 vezes e estou tomando coragem para fazer a terceira prova.

    Na preparação para a primeira prova, utilizei apenas o PMBOK como material de estudos e fiz alguns exercícios e simulados da Rita. Alguns amigos me alertaram sobre a necessidade de utilização de outros materiais para estudo. Porém, como eu já tinha iniciado a leitura do PMBOK, já tinha um cronograma montado e que estava sendo cumprido, e, uma data alvo para realizar a prova, optei por continuar com o PMBOK. Foi um período muito chato de estudo, de fato a leitura do guia é cansativa. Li e o revisei por mais umas duas vezes ao menos, também fiz os exercícios a que me propus. Na primeira prova senti muita dificuldade com as questões porque me exigiram um raciocínio que o PMBOK “não dá”. E mesmo os exercícios e simulados não foram suficientes para resolver esse gap, me faltou uma leitura diferenciada. Mas valeu a experiência.

    Na preparação para a segunda prova, utilizei o material preparatório para o estudo e abandonei o PMBOK rsrsr. Fiz um novo cronograma de estudos, li o material, mas, confesso que não o revisei com afinco. Foi um período de estudo bem mais gostoso e me senti mais próxima do que é a realidade da prova. Fiz a segunda prova com muita confiança e fiquei tranquila durante a prova porque praticamente todas as questões me pareciam simples. O “choque” foi ao final da prova receber um resultado negativo. Outra vez, não passei!

    É uma enorme frustração não conseguir identificar no que preciso me empenhar mais para conseguir passar na prova. O resultado da prova não mostra a àrea de conhecimento na qual preciso investir mais tempo de treino.

    É isso. Se puder me ajudar, fique à vontade.

    Muito obrigada!
    Emanuele

    • Oi Emanuele,

      Realmente é muito ruim não saber exatamente onde melhorar.

      Eu sugiro que você tente descobrir isto durante a execução dos simulados. Sempre que fizer um simulado de alguma área registre a quantidade de erros e acertos. Desta forma você saberá onde está melhor ou pior.

      Além disto, sempre que errar uma questão tente entender porque errou. Este exercício é fundamental para a prova.

      Um abraço e muito obrigado pelo comentário!

  11. Boa noite, tentei recentemente a certificação e não consegui. Marquei e reservei dois meses antes da avaliação e o tempo foi curto para estudar todo o conteúdo, pois o mesmo é muito grande. Eu tenho disciplina para estudar, porém estava dedicando apenas das 23:00 às 01:30, pois a rotina é pesada, com o trabalho, casa e um bebê de 5 meses. Infelizmente, tinha dias que dormia escorada na mesa, rs… Uma falha de minha parte foi a troca de livros que fiz, tentando um mais gostoso de estudar, não foquei em apenas um, isto me atrapalhou. De agora em diante reservarei mais tempo nos finais de semana. Vou retomar agora os estudos e não agendarei a avaliação antes de estar tranqüila com todo o aprendizado. Foi bom ter tentado para ver ao menos como funciona de fato. Quem pensa que 4horas de prova é muito tempo, se engana, tive que chutar mais de 30 questões, pois perdi a hora e vários candidatos foram desclassificados por não terem preenchido o gabarito em tempo, mas este é um assunto para uma outra oportunidade. Gostei muito do vídeo e espero passar desta vez!

    • Luiza,
      Sua postura está correta: diante da reprovação já identificou os problemas que a causaram e já sabe como resolvê-los. Parabéns e boa sorte na segunda tentativa.

      Abraço!

  12. Andriele,
    Estou gostando bastante do curso, inclusive vendo grande oportunidade de utilizar estes conhecimentos na pratica em dois projetos que estou hj gerenciando, sendo os dois bastante desafiadores, e que me leva a ter menos “tempo”, mas com disciplina acredito que farei uma boa prova, apesar de não ter definido ainda quando a farei.
    No mais abraço e parabens pelo video.

    Sidney Francoso

    • Ok Sidney! Aplicar os conceitos na prática é também uma ótima forma de aprender!
      Fico feliz que esteja gostando do curso.
      Abraço!

  13. Andriele,

    Muito obrigado por compartilhar esse vídeo. Me fez refletir um pouco. Recentemente fiz a prova PMP e não obtive sucesso. Do resultado aprendi algumas lições que servirão de insumos para me preparar melhor para o próximo desafio. Uma delas é estabelecer uma rotina de estudos e ser persistente. As questões situacionais foram as que mais me surpreenderam. Acredito que a leitura de algum livro preparatório possa me ajudar a entender melhor essas questões.
    Enfim, decidi em não refazer o exame nesse primeiro semestre, pois não conseguiria tempo para me preparar adequadamente para o reexame. Vou fazê-lo no segundo semestre, por isso, você sabe me dizer quando sairá o PMBOK versão português? Vai sair uma nova versão do livro da Rita?

    Grande abraço e obrigado pelas suas contribuições.

    Ademir

    • Oi Ademir,
      Muito obrigado pelo seu comentário.

      Acho que é realmente importante você se concentrar em eliminar suas fraquezas relacionadas às questões situacionais. E uma rotina disciplinada de estudos é algo bastante importante também.

      Acho prudente sua decisão de deixar para o segundo semestre, já que não terá tempo para se preparar agora.

      Quanto ao PMBOK Português, a previsão oficial de liberação é outubro / 2013.

      A atualização do livro da Rita em inglês começou a ser vendida nos EUA no dia 12/06. A versão em português eu não sei lhe dizer.

      Um abraço!

  14. Boa noite, Andriele
    Fiquei satisfeito em receber seu e-mail. Neste momento pretendo retomar meus estudos para obter a certificação PMP. Paralizei meus estudos nos últimos dois anos devido a necessidade de me dedicar a implantação de um projeto de Az de Grãos de Soja e Farelo no Norte do País. Atuei como gerente de projeto e acumulei as 4500 hs em gerenciamento de projeto (pré requisito). Meu maior problema é disciplina e planejamento. Conto com seu apoio.

    • Obrigado pelo comentário Ulysses. Continue acompanhando nossos e-mails.
      Vem muita coisa legal por aí que poderá te ajudar.

      Abraço!

  15. Boa noite.
    Diante das cinco dificuldades apresentadas, eu me identifiquei com dois fatores:
    – Materia extensa e disciplina para estudar.
    Mas a falta de um acompanhamento de um professor acerca das duvidas que surgem durante os estudos, prolongam o tempo de aprendizado e o tornam desistimulantes.

    • Olá Marcos,

      Esta questão das dúvidas é também uma necessidade recorrente dos alunos e de fato ela atrapalha mesmo.

      Como muitas questões dos simulados (e mesmo da teoria) não são triviais, estas dúvidas não esclarecidas, acabam desmotivando muito os alunos.

      Nesse caso a saída seria estudar com o acompanhamento de um instrutor.

      É por isto que eu defendo que uma das funções mais importantes de um professor é o esclarecimento de dúvidas. E infelizmente isto é bastante negligenciado em boa parte dos cursos preparatórios existentes por aí.

  16. Boa tarde.

    Confesso que tive vários problemas.

    Entender a matéria é uma coisa, é muito extensa, mas as questões situacionais me matam, pois no Brasil não vivemos de fato com o que eles esperam, e somente com simulados não conseguimos ter esta experiência.

    Meus planos mudaram várias vezes, fazer simulado com cabeça quente, acabam desestimulando. Estou num período meio perdido. Ainda batalharei para a certificação, mas somente depois de julho. Me lembro que uma aula vip que fiz contigo, estava em casa, filhos brigando, me chamando toda hora, errei uma três questões seguidas, por fim parei.

    Alguma dica para alguém muito confuso no momento?

    Abraços

    • Valdeone,

      Acho que o primeiro passo e organizar sua rotina e definir um horário de estudo que seja sagrado. Negocie com sua família e, quando não estiver estudando, dê toda a atenção que eles precisam. Sem isto vai ficar muito difícil avançar. O estudo esporádico e desconcentrado é muito pouco efetivo.

      Feito isto, é bom lembrar que as questões situacionais são realmente complicadas e erros vão ocorrer. Assim sugiro duas coisas:

      – Tenha um conhecimento impecável da base da prova que são os processos, ferramentas e técnicas do PMBOK. Nas questões que forem mais simples e apenas conceituais, temos que trabalhar para ter uma margem de acerto de 100%, ou pelo menos muito próximo disto. Lembre-se que todas as questões valem a mesma quantidade de pontos. Assim, não podemos nos dar ao luxo de errar questões fáceis.

      – Tente entender o raciocínio por trás de toda resposta a uma questão situacional. Dito de uma outra forma: sempre que errar uma questão situacional tente responder à seguinte pergunta: como a teoria que eu estudei explica esta resposta? Isto pode ser difícil em alguns casos, mas vai aumentar muito a sua compreensão.
      Às vezes pode ser desanimador, mas se você tiver este rigor em tentar destrinchar a questão seu aproveitamento vai melhorar muito.

      Grande abraço!

  17. O que eu mais acho maçante é compreender as entradas, ferramentas e saídas dos grupos , conhecimentos e os 42 processos.

    O resto eu me viro

    Newton

    • Oi Newton,

      Entender o objetivo de cada um dos processos é algo fundamental. Disto não dá para escapar.

      Quanto às entradas, ferramentas e técnicas e saídas, entretanto, vejo que muitas pessoas tentam a abordagem errada de compreendê-las de forma desconectada, muitas vezes usando a “decoreba”.

      Meu conselho é que se priorize sempre o entendimento dentro de um contexto maior. Tente entender o fluxo do processo individualmente (como as ferramentas e técnicas processam as entradas e as transformam em saídas) e do processo com os demais processos.

      Tente sempre imaginar um gerente de projetos real utilizando os processos na prática. Isto ajuda muito!

      Esta é, por exemplo, a estratégia que utilizo em todas as aulas que dou.

      Muito obrigado pelo comentário!
      Abraços!

  18. Olá Professor!
    Adorei muito o seu vídeo! É muito realista e esclarecedor, eu me inclui em todas as dificuldades, de certo modo… Eu parei de estudar mesmo, para fazer pós-graduação…. Eu fiz curso preparatório no Rio de Janeiro (ProjectLab) e amei muito todas as aulas. Mas tive muita dificuldade quando fui estudar sozinha… Um pouco de tudo o que disse acima: O livro é chato e enorme, não tenho muito tempo disponível (+/- 1h por dia, mas é melhor que nada!), até que tenho uma certa disciplina, é verdade… Mas a maior de todas as dificuldades foi o cansaço, eu fiquei exausta e tive várias crises de estafa durante o período de estudo, de mais ou menos 4 meses. O problema é que eu tenho muitas outras atividades paralelas ao trabalho que demandam muita atenção também e quando juntou com o estudo eu fiquei muito cansada…

    Também creio que não me adaptei ao estudo sozinha. Eu gosto de assistir aula, aprendo muito mais quando tem um professor falando, anoto tudo, com várias canetas diferentes (rs rs rs rs rs rs rs) e tal… E na hora de ter que ficar parada lendo foi chato, foi muito chato mesmo…. Já estudei vários assuntos sozinha e aprendi sem problemas, mas porque a metodologia que usei era outra, mais prática…

    Senti falta de um material mais dinâmico, com mais exercícios. Gosto muito de estudar “fazendo” e não vi muitos exercícios disponíveis em português. Fiz 3 simulados só e não tem como fazer mais pois as questõs se repetem, são limitadas…

    Aliás, com o simulado veio outro fator: a desmotivação. Eu pratico corrida de rua, traçando uma paralelo com o esporte, o estudo para o PMP acabou sendo para mim o contrário da corrida: Quanto mais eu treino, melhor eu fico! Mas no estudo, vem a frustração pois eu estudei com atenção, fiz os exercícios, li artigos, revi o material de aula, assisti a alguns webnars, fiz plano de estudo e quando finalmente chegou o dia do simulado, eu não passei de 70%… A grande dificuldade foi a interpretação do que a questão significava e não a falta do conteúdo, na dúvida, eu sempre acabava marcando a errada, principalmente naquelas questões situacionais… Isso foi muito frustrante e desmotivador, tanto que parei de estudar desde então (dia 18 de maio).

    Agora nem adianta eu retomar pois a prova irá mudar dia 31/07 para a quinta edição e em seguida eu recomeço minha pós (MBA Executivo em Gerencia de Projetos, pela Trevisan) e aí é que vou pensar em voltar a estudar! Mas não descartei a certificação não, é muito bom e dá um retorno muito grande, vale a pena quem consegue, parar um tempo e estudar com disciplina e foco.

    O que eu deixo de lição aprendida é que também temos que respeitar nossos limites. No meu caso, creio que o que mais atrapalhou foi o cansaço físico, no final das contas, só me sobrava 1 hora por dia para descansar e descanso é fundamental para quem estuda. E é descanso, não é sono, entendem? É ficar um tempo do dia com atividades lúdicas, até mesmo ver TV… Eu vivia numa roda viva, estressada, cansada… Claro que nada ia “entrar” na minha cabeça, né? A lotação já estava esgotada! rs rs rs rs rs rs

    Ao final, apesar de eu ter desistido da prova, o saldo foi muito positivo! Cresci muito como profissional, ganhei muito mais experiência e, do meu jeito, consegui implantar em meu trabalho um pouco do que aprendi e creio eu que tenha dado certo.

    Mesmo sem as 3 letrinhas ao final do meu nome, hoje em dia eu sei ser uma GP muito melhor com o conhecimento que adquiri neste estudo, tanto que continuarei a estudar, mas com outro método.

    Vale a pena estudar! Conhecimento nunca é demais!

    Bom, é isso!

    Obrigada ao Professor Andriele! Vou ficar de olho sempre por aqui!

    • Muito legal o seu depoimento Flavia, Muito obrigado por dedicar seu tempos para escrevê-lo.
      Acho interessante este exercício de escrever porque nos faz refletir sobre nossas dificuldades.
      Foi muito enriquecedor para mim ler o que você escreveu. E tenho certeza que as três letrinhas também virão para você. 🙂

      Basta ter firmeza de propósito e a companhia certa para seus estudos!

      Grande abraço!

  19. No meu caso as maiores dificuldades são:
    1ª) Conseguir tempo e condições de estudar dentro da disponibilidade de minha rotina diária;
    2ª) O conteúdo programático muito extenso.

    Devido principalmente ao primeiro item, ainda não me animei em fazer um curso preparatório e, consequentemente, a prova.

    • Abrir este espaço para os estudos dentro da sua rotina é fundamental Ítalo. Sem isto realmente fica muito difícil tentar a prova.

      Abraços!

  20. Boa tarde Andriele,
    Acredito que o que falta é a determinação e disciplina. Não importa se o material é extenso, “chato”, ou outro semelhante.
    É lógico que, tem assunto que tem-se mais afinidade e os conteúdos são melhores assimilados, outros exigem alguns artifícios para alcançar-se a excelência.
    Já fiz o preparatório para a prova mas não realizei o exame, sempre estou lendo sobre o assunto além de ter atuado na área de GP.
    Ultimamente, retornei aos estudos através de simulados, artigos e iniciativas individuais. Pretendo realizar o exame.
    Parabéns pela iniciativa.
    Gde abraço.

    • Geraldo,

      Realmente com disciplina e determinação são “motores” muito fortes, mesmo quando outros fatores jogam contra.

      Espero que você consiga levar sua preparação para o exame PMP adiante!

      Grande abraço e muito obrigado pelo comentário.

  21. Olá Andriele,
    Primeiro gostaria de parabenizar pela iniciativa de criar este espaço para que haja esta interação com os pretendentes a certificação PMP. Muito legal !!
    Como em tudo que fazemos na vida, a maior dificuldade é ter DISCIPLINA. Falo isto porque pra quem é casado, tem compromissos de viagens no trabalho, filhos e etc…ter a disciplina de dedicar um tempo todos os dias para estudar não é fácil. Como o conteúdo é extenso e complexo, necessitamos realizar uma leitura com mais qualidade, uma leitura que demanda entendimento completo do material e muitas vezes existe a necessidade de rever um tema mais de uma vez.
    Como o exame pretende aprovar os melhores GP, é fundamental antes de iniciar os estudos fazer um planejamento, montar os dias de estudos, planejar os simulados e planejar os materiais a serem utilizados.lembrando que o Gerente de Projetos sempre planeja antes de executar.
    Abraços.

    • Concordo com você Rodrigo! A disciplina é sem dúvida algo importante e difícil de se conseguir quando há tantos fatores concorrentes.

      Eu diria que fica quase impossível conseguir a aprovação se você não planejar seus estudos e fundamentalmente SE NÃO CRIAR UMA ROTINA.

      Outro ponto importante que você citou foi a questão da necessidade de revisão. Como o conteúdo é extenso e relativamente complexo, estas revisões são fundamentais.

      Muito obrigado pelo comentário!

    • Realmente a área de aquisições é uma das mais “temidas”, Galba. Você não está sozinho. Mas acho que muito desta dificuldades têm a ver com o fato de ser uma área pouco executada por boa parte dos GPs. Além disto é uma área extensa também, com muitos conceitos, especialmente quando falamos dos tipos de contrato.

      Abraço!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Notify via Email Only if someone replies to My Comment